sábado, 28 de fevereiro de 2015

AH! DEVEMOS CONVERTE-NOS SEMPRE EM CREDORES MORAIS E NÃO EM DEVEDORES !!!

DEVEMOS CONVERTE-NOS SEMPRE EM CREDORES MORAIS E NÃO EM DEVEDORES !!!

 É necessário cultivar muito a reflexão, evitando pronunciar-se precipitadamente, pois nunca é tarde para responder com a palavra ou com o exemplo. O mau é quando se quer ter logo toda a razão e, pior ainda, quando se tem a pretensão de impô-la aos outros. Todos temos sempre uma parte de razão, mas não é esta a que utilizamos para nos entendermos com o semelhante, senão a que não temos, isto é, a que cremos ter.
Se encontrarmos duas pessoas discutindo acaloradamente, e até quase agressivamente, e lhes perguntarmos que animosidade existe entre elas para discutir dessa maneira, certamente não saberão responder com precisão o que fez com que chegassem a se tratar em termos tão agressivos; ou melhor, as duas dirão, ao mesmo tempo, que uma delas quis impor sua razão à outra.
Se uma delas, em vez de querer impor sua razão, a desse à outra, buscando com isto acalmar sua pretensão, seu amor-próprio ou sua vaidade, quem teria saído ganhando? A primeira, absolutamente nada, e a outra tampouco, mas teriam evitado possíveis consequências amargas.
Não devem existir desavenças entre os seres por motivos totalmente alheios
ao que constitui a finalidade da vida...
Porque seria distrair a atenção, perder o tempo, gastar energias.
Em consequência, quem é consciente de possuir uma parte de bem e de felicidade deve buscar, logicamente, ser amável, desculpando sempre os momentos intempestivos do semelhante, pois quanto mais o desculpar, mais haverá de merecer desculpa, se alguma vez incorrer no mesmo erro. Quão grato é para o espírito sentir como nos é devolvido o mesmo bem que tenhamos oferecido na desculpa do erro alheio! Com isto, já estamos nos fazendo um bem, alimentando nossa felicidade.
Devemos converter-nos sempre em credores morais e não em devedores; quanto mais belos forem nossos gestos, quanto mais elevação houver em nossos atos e pensamentos, quanto melhores forem nossas palavras e intenções, mais tudo isto contribuirá para aumentar a própria posse da felicidade. Os momentos da vida serão mais gratos, porque experimentaremos a ventura de haver criado um estado aprazível dentro de nosso ser, depois de oferecer o esquecimento à ofensa, prodigando a doçura e o bem em todo sentido.
Lamentaremos se não virmos o mesmo no semelhante; mas nem por isso nos sentiremos incomodados ou ofendidos por quem nos mostra sua inferioridade, pois já é uma grande vantagem saber-se capaz de dominar as reações impulsivas do ânimo, enquanto se derrama, em doce expressão, a desculpa e a ternura do perdão, que abranda até as pedras mais duras.
Esta concepção de uma conduta superior permite refletir sobre os muitos instantes em que a experiência surge provando a têmpera de nosso espírito; com frequência, esta ou aquela circunstância nos oferecerá motivo suficiente para exercer a prática desse bem.
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

AH! TEMPOS FORTES DE ORAÇÕES , REZAS E PRECES !!!

TEMPOS FORTES DE ORAÇÕES , REZAS E PRECES !!!
 
Então , estamos na quaresma e eu sem PRECONCEITO , FANATISMO RELIGIOSO,continuo com meus comentários herdados de meu tempo de Seminário , lá na minha querida Tri Centenária cidade natal SÃO JOÃO DEL REI - MG , tempo forte de oração e provação, sim provação, pois todos os que querem seguir a Deus e colocar suas vidas em comunhão com Ele certamente irá passar pelos caminhos da provação de fé, pois somente assim, a fé pode crescer. É na medida da provação que mostramos qual é à força de nossa convicção de estar com Deus e servi-lo. Por isso que o caso de Abraão é um grande exemplo de fé e de amizade com Deus.
O Senhor pede que dê seu filho em sacrifício, diz para ele dirigir a um lugar, mas não dá a localização – “o monte que eu te indicar” – Impressionante, este filho de Abraão foi gerado na velhice de Sara, de uma mulher estéril, foi um milagre e agora Deus o pede em sacrifício. Importante vermos a atitude de Abraão, não tardou em ir, não arrumou desculpas, não buscou justificar, simplesmente foi, obedeceu sem questionar, simplesmente caminhou para servir a Deus em suas ordens. Mas no momento de sua ação foi interrompido. Deus viu sua atitude e por isso, passou na prova da fidelidade e da fé no Deus único e recebeu como prêmio ser o Pai de uma grande nação. Temos que aprender que a fé colocada a prova nos aproxima de Deus e Seu plano vai ser manifestado em nós.
Neste episódio da vida de Abraão podemos relacionar com a ação de Deus na história que enviou seu filho único para ser sacrificado em prol da humanidade. Com a diferença que Deus impediu Abraão de concluir sua tarefa, mas levou seu Filho até o calvário. E em Jesus temos o único intercessor junto do Pai, aquele que resgatou a humanidade com seu sangue e todo aquele que crer em Jesus está salvo. Neste sentido temos que ver que a salvação é de graça, ninguém compra a salvação com seus bons atos, mas aquele que aceita nosso mestre Jesus como seu salvador já recebeu a salvação e precisa caminhar na santidade.
No evangelho vemos à manifestação de Jesus em sua glória, no Tabor mestre Jesus revela aos Apóstolos quem Ele é. Sua transfiguração mostra sua divindade e o Pai mais uma vez fala mostrando quem é seu Filho, mas agora diferentemente do Batismo no Jordão, Deus dá uma ordem: “Escutai o que ele diz”. Nesta manifestação vemos a presença de dois grandes personagens do Antigo Testamento – Moisés o homem da Lei e Elias o homem do poder de Deus com o fogo. Neste momento é a entrega de todo Antigo Testamento nas mãos do Senhor.
O que cabe a nós diante destes fatos é que a fé nos conduz a caminhos desconhecidos somente a confiança em Deus pode prevalecer. Muitas vezes passamos por problemas, dificuldades, crises interiores e nos esquecemos de onde colocamos nossa esperança ou ficamos “brigando” com Deus para Ele resolver nossos problemas e esquecemos que é o Senhor e que sabe o que é melhor para nós. Nós vemos somente o que está a nossa frente, mas Deus vê toda a nossa história e nos propõe situações em que devemos ser mais fortes: na oração, reza , prece , no amor ao próximo, no abandono do pecado, no serviço a Igreja. E diante desses obstáculos termos a possibilidade de crescer na fé e no amor ao próximo e a Deus e um dia chegarmos e sermos maduros como Abraão, Moisés, Elias e termos um relacionamento com Deus de verdadeiros amigos que partilham tudo e comungam o mesmo Amor.
Oremos sempre: “Creio, Senhor, mas aumentai a nossa fé,que assim seja”.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

AH COLOQUE-SE EM ORAÇÃO , PRECE , REZA , E FAÇA ALGUNS PROPÓSITOS !!!

COLOQUE-SE EM ORAÇÃO , PRECE , REZA , E FAÇA ALGUNS PROPÓSITOS !!!
 
Pois é começamos o Tempo Quaresmal, tempo de reflexão, meditação, penitência. Tempo forte de graças que são derramadas por Deus àqueles que se doarem intensamente a todo este mistério de Jesus que celebramos neste Tempo. Todos os atos de Jesus são de valor eterno e podemos viver cada ato de Jesus no hoje de nossa história, por isso que celebramos o Tempo Litúrgico em nossa Igreja que deseja contemplar todos os mistérios de Jesus dentro de um ano de celebrações e atividades. Por isso que temos que nos dedicar neste tempo e intensificar nossos momentos de: oração, prece , reza , esmola e jejuns. Estes são os três aspectos que devemos exercitar conforme o evangelho de São Mateus.
– Oração Pessoal. Esmola e Penitência. Façamos, nesta quaresma nossos propósitos. Coloque-se em oração , reza , prece , e faça alguns propósitos, faça uma lista contemplando penitências nas três áreas que Jesus nos aponta. Certamente terá grandes motivos para celebrar a Páscoa do Senhor.
Olhando para a primeira leitura vemos Deus desanimado com sua criação, mas nem tudo estava perdido. A estória do Dilúvio é uma forma de mostrar como Deus ama os homens e quer sua salvação e seu retorno ao seu criador. E São Pedro mostrando o que representa o dilúvio em analogia ao Batismo do Senhor, Batismo que nos configura a Cristo e nos dá a condição de vivermos esta vida nova conquistada por Cristo que nos justifica e nos livra da morte eterna na espiritualidade. –“No Espírito, ele foi também pregar aos espíritos na prisão” – Somente Jesus é o Caminho a Verdade e a Vida, então todos os que morreram desencarnaram antes de Jesus estavam presos, acorrentados por Satanás e Jesus depois de sua reencarnação foi até aos aprisionados e libertou aqueles que eram merecedores de salvação. Mas também São Pedro nos mostra que entre os Anjos existe uma hierarquia. Estes ensinamentos são de fundamental valor em nossa doutrina enquanto terrestres.
No Evangelho vemos que o Espírito de trevas levou Jesus ao deserto e ali Ele foi tentado, vivia entre animais selvagens e os Anjos o serviam. Vamos estabelecer um paralelo entre esta situação de Jesus e a nossa vida. Estamos neste mundo que é o “deserto” e como deserto não tem nada que nos possa satisfazer e nos dar “A Vida” e aqui estamos a mercê do Demônio que busca nos perder com as tentações que o mundo nos oferece, aqui temos animais selvagens que são aqueles que vivem somente para fazer mal e destruir a paz e a harmonia em nossa sociedade. E isso demora um tempo - quarenta dias – que é a nossa passagem por este mundo. E como Jesus foi servido pelos Anjos, hoje temos a graça de Deus que se manifesta naqueles que O buscam e também, certamente com a presença dos Anjos que nos acompanham.
Pois bem, temos que seguir a Palavra de Jesus – “Convertei-vos e crede no Evangelho!” – Este é nosso desafio, crer somente no Senhor e buscar a conversão a cada dia. Não podemos nos esquecer de que somos pecadores e que podemos cometer qualquer tipo de pecados, por isso não podemos confiar em nossas forças, mas somente em nosso mestre Jesus e que devemos estar sempre de alerta, pois o pecado bate a nossa porta quando menos esperamos. Mestre Jesus nos orienta – “Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”.
Nesta Quaresma temos mais uma oportunidade de nos aproximarmos da santidade de Deus, pois Ele nos chama a purificar-nos de nossos pecados e aproximarmos da Luz e sermos conformados à forma celestial do nosso representante no Céu – O Homem e mestre Jesus.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

AH! DEVEMOS BUSCAR A AÇÃO DE CRISTO EM NOSSAS VIDAS !!!

AH! DEVEMOS BUSCAR A AÇÃO DE CRISTO EM NOSSAS VIDAS !!!

E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar.
Um centurião dos romanos opressores pediu a Jesus que curasse a enfermidade do seu servo. Quando o Mestre fez menção de ir à casa do suplicante, “respondeu o centurião – Senhor, não mereço receber-te debaixo do meu teto. Mas dize apenas uma palavra e o meu servo será cu
rado”.
O centurião tinha razão: nenhum de nós é digno de receber Jesus. Nossas maldades e pecados constroem a maior barreira espiritual entre nós e o Senhor mestre Jesus Cristo. Todavia, o comandante romano também teve razão quando, mesmo sem merecer, teve a coragem de pedir a ajuda soberana e restauradora do Senhor e mestre Jesus.
Ao declarar sua fé incondicional em nosso mestre Jesus, o soldado romano nos ensinou que temos o direito de buscar a ação de Cristo em nossa vida, não porque sejamos merecedores, mas porque somos necessitados. A doença que nos desfigura somente pode ser curada pelo poder amorável do nosso Criador. Nossa doença tem o poder de nos matar – Seu poder tem a capacidade de nos garantir a vida. É Paulo quem nos explica: a prova do amor de Deus está em que Cristo morreu por nós quando ainda éramos pecadores!
E continuo com meu comentário, de maneira que exortamos a Tito que, assim como antes tinha começado, assim também acabasse esta graça entre vós.
Querendo dar aos coríntios a oportunidade de se unirem naquele movimento assistencial, que visava ajudar as igrejas da Judéia, Paulo designou Tito para ajudar na tarefa de recolher as ofertas dos irmãos. Sabendo o apóstolo que a generosidade também é um dom do Espírito de luz, o incentivou para essa oferta que proporcionaria aos irmãos a oportunidade de abundarem ainda mais na graça de Deus.
A Igreja Casa Espirita e Outros deve ser generosa, tanto nas ofertas que visam a assistência social quanto naquelas que tem objetivo missionário ou manutenção da obra de Deus. O Pai Celestial tem nos dado de tudo; é natural que o cristão exerça a mordomia cristã deixando seus bens e seu dinheiro a disposição dos propósitos do reino divino. A Igreja , Casa Espirita e Outros que age assim recebe de Deus os mesmos elogios que Paulo deu aos coríntios: "vocês mostraram que, em tudo, são mais ricos que os outros: na fé, na Palavra, no conhecimento, na vontade de ajudar os outros e no nosso amor por vocês".
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

AH! ELES , ELAS , NOS CAUSAM DISCÓRDIAS E SOFRIMENTOS !!!

ELES , ELAS , NOS CAUSAM DISCÓRDIAS E SOFRIMENTOS !!!
 
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em nosso mestre Cristo Jesus.
Há muita coisa, na revelação bíblica, que conseguimos entender. Há realidades espirituais, entretanto, que nos parecem sem lógica. Paulo cita uma delas: “E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente, em Cristo Jesus”.
No final da sua Carta, Paulo ale
rta os filipenses quanto aos “inimigos da cruz de Cristo” que se infiltram nas comunidades cristãs. Eles causam discórdia e sofrimentos. Todavia, insiste Paulo, o Senhor que permite os agentes do Inimigo entre nós, é o mesmo Deus que nos ensina a detectar em tudo a poderosa e sábia providência divina.
Através de todo Evangelho, o Senhor insiste em nos dar um conselho fundamental: não tentem me entender. O estranho de tudo isso é que, apesar do ensino bíblico, teimamos em tentar entender as decisões e os planos do Senhor. Daí o ensino de Paulo: todas as bênçãos e provações que vêm de Cristo “excedem todo entendimento”... Viver pela fé é diferente de viver pela lógica. Viver pela fé é não depender de respostas humanas. Nem de perguntas humanas. Viver a vida cristã é um projeto que funciona. Por que, felizmente, nossa paz não depende da mente humana, mas do amor de Deus.
Porque já sabeis a graça de nosso Senhor e mestre Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis.
Os coríntios gozavam de relativa prosperidade material nos tempos bíblicos, sendo talvez a mais abastada das comunidades cristãs de sua época. O fato de estar localizada em um centro comercial lhe garantia essa condição porque, por certo, seus membros fossem comerciantes e trabalhadores bem remunerados. Paulo sabia que essa condição vinha de Deus, e por isso, ele inspirava os coríntios a não abrirem mão da generosidade diante da dificuldade dos irmãos da Judéia.
Deus nos dá recursos para ajudarmos a sua obra e aqueles que necessitam de nós. Não podemos ser mesquinhos e egoístas diante de toda a generosidade que Deus tem mostrado a nós. Aos nos dar suficiência de recursos (o necessário para viver), Ele quer que a gente auxilie em toda boa obra, isto é, façamos uso do que Ele tem nos dado para os seus propósitos soberanos. Por isso, biblicamente, o cristão próspero não é o que tem muito, mas o que ajuda com o que pode.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0013 )

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0013 )
 
26 // 02 // 2015.
 
A vida é tão pequena e tão rápida que as horas parecem voar....
Então, nós devemos estar juntos.
Só você e eu SAUDADES.
Viver sem você hoje não é viver é apenas existir...

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0012 )

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0012 )
 
26 // 02 // 2015.
 
A distância nos separa. Mas o pensamento nos une......
Amor é quando um completa o outro.
E quando é verdadeiro , não acaba.
É para sempre...
 
 

AH! EM DETERMINADO MOMENTO DE MINHA VIDA CLAMEI POR ATENÇÃO !!!

EM DETERMINADO MOMENTO DE MINHA VIDA CLAMEI POR ATENÇÃO !!!

Houve trechos em minha vida em que eu busquei , com muito afinco , um ser humano que pudesse gostar, sentir amizade, solidariedade, respeito , por outro ser humano , independente de qualquer coisa. Gostar por gostar. Amar pelo amor. Feri-me muito nessa busca. As cicatrizes ainda hoje mostram essa minha busca.
Foram longos e diversos trechos diferentes , nos quais me lancei a essa busca. Sou um buscador e não desisto. Mas não insisto num caminho que não é o adequado para mim, naquele momento. Nada me impede de mudar de caminho e deixar para trás o que me aprisiona , sufoca , me deixa sem vida.
Agora recentemente fui invadido em minha privacidade na internet e outros , tendo em vista meus constantes comentários , criticas a esse desgoverno Petralha , ex Petralhas , e seus aliados da pior qualidade , um vírus que se alastra até em seus familiares. Estou cansado de ser usado e posso provar com documentos , pessoas que se aproximam de nós e são verdadeiros(as) lobos(as) em pele de cordeiros. Essas pessoas se acham donos(as) da verdade , são invejosos(as) te dão grande prejuízo material e espiritual , e ainda falam mal de você , bem como te bloqueiam covardemente em sites sociais , blogs , e-mails , ligam e enviam mensagens para seus amigos(as) , usam até o Facebook imbox para depreciar sua pessoa , sem ouvir o outro lado , condenação total , triste mesmo.
Eu sabia que bem mais lá na frente eu precisaria muito de mim mesmo. E de fato esse momento chegou. Em relatos futuros comentarei sobre isso, se for útil.
Eu não perdi a esperança de encontrar alguma caminhante em algum trecho de minha jornada, caminhante essa que sentisse amizade por outro ser humano, aceitando-o tal como é , exatamente como deseja ser aceito.
Isso é comum a todos: Desejam que sejam aceitos e respeitados como são , mas não aceitam nem respeitam os outros como eles são. Todos encontram e ressaltam os possíveis defeitos dos outros e se esquecem que também os tem , e , muitas vezes , muito mais do que muitos tem. O que torna o ser humano tão vazio de sentimentos positivos? Ou seria melhor perguntar: Porque o ser humano é tão vazio desses sentimentos?
Deixava meu espírito buscar a amizade com meus amigos espirituais. Era lá , com eles , que eu poderia saborear a solidariedade além da superficialidade. Por essa época, em que eu buscava encontrar um ser humano que fosse amigo ou amiga , encontrei o vazio diante de mim e uma sensação de perda de algo que não tive. Como eu poderia perder algo que não tenho? Mas foi exatamente assim que me senti. Eu perdi a certeza da amizade. Era o que eu tinha. E sem essa referência eu precisaria aprender a caminhar dai em diante. Se algum dia eu a reencontrasse em algum trecho , ótimo para mim. Caso assim não acontecesse , eu precisaria aprender a conviver com essa perda = Não existem humanos amigos(as).
Estava caminhando, em espírito, acompanhando o curso de um riacho , num local muito lindo de minha querida cidade natal SÃO JOÃO-DEL-REI-MG. Sentei-me numa pequena pedra e fiquei em silêncio.
Senti meu rosto molhado e então percebi que estava chorando. Meu espírito chorava pela falta de amor entre meus irmãos e minhas irmãs. Chorei pela secura em cada coração. Pelo terreno ressacado e cheio de pedregulhos nos corações de meus irmãos e irmãs. Não os lamentei por serem assim. Chorei porque eles não conheciam o amor. Porque o amor não conseguiu se fazer presente em seus corações. Chorei porque o amor continuava sendo recusado pelos meus irmãos e irmãs .As lágrimas , quentes , banhavam copiosamente meu rosto, mas eu continuei olhando para as águas do rio , pois em MINAS GERAIS não temos mar, e sim montanhas mar , acompanhando o seu curso e procurando ali o ensinamento que eu precisava. Meu espírito precisava aprender e não recuaria nem diante da falta de amor de meus irmãos e irmãs. Meu espírito sabe que não está sozinho. Nunca estamos sozinhos. Minha mente física entendeu o que estava acontecendo e percebeu a presença de uma amiga espiritual muito importante em minha vida. Uma amiga com muitas experiências de vida , NOSSA SENHORA a SANTÍSSIMA mãe de meu mestre amado JESUS , que com todo o seu amor, me apoiou em seu peito e disse: "Chore. Chore tudo isso que está aí dentro. Chore todos esses anos. Limpe-se para que sua luz possa brilhar e iluminar seus próximos passos."
( AMÉM , QUE ASSIM SEJA SEMPRE )
Namastê,
Eu sou Ray Pinheiro.

AH! SEJAM SEMPRE DEDICADOS Á OBRA DO SENHOR E MESTRE JESUS !!!

SEJAM SEMPRE DEDICADOS Á OBRA DO SENHOR E MESTRE JESUS !!!
 
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor e mestre Jesus , sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor da espiritualidade.
Há trabalhos forçados, que nos humilham. E há trabalhos inúteis, que nos desanimam. Quanto a ser um cristão de Cristo, Paulo dá seu testemunho: “Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor e mestre Jesus – pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil”.
A afirmação do apóstolo se encontra no contexto da nossa reencarnação. Isto é, no contexto da grande vitória do Cristo, sobre a morte desencarne. Só que o impacto da vitória cósmica de Cristo não se limita ao futuro. Começou, historicamente, com a própria da reencarnação de nosso mestre Jesus e inaugurou, aqui e agora, o processo de nossa vitória espiritual, que culminará na reencarnação de cada um de nós. O que quer que façamos, no contexto da vitória de Cristo, tem a garantia de ser útil e boa.
O mundo, orientado por Satanás, prega o contrário. O mundo nos diz que perdemos nosso tempo, quando obedecemos os ensinamentos de nosso mestre Jesus. E ri de nós, quando nadamos contra a corrente. O alerta de Paulo pretende reanimar os cristãos que têm sido machucados em suas próprias Igrejas ,Casas Espiritas e Outros que têm sido desiludidos, pelo mau exemplo dos seus líderes. Diante de tanta tristeza, Paulo sublinha: no Senhor. A pregação baseada no Senhor. O comportamento diário no Senhor. As feridas curadas no Senhor. Quem vive na comunhão do Senhor diz um grande amém ,que assim seja à garantia dada por Paulo: nosso trabalho, no Senhor, não será inútil! Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria neste mundo terrestre e na espiritualidade.
Ao recomendar aos irmãos a participação nessa coleta, Paulo os recorda de uma verdade preciosa: Deus ama aqueles que ofertam com alegria. Deus não precisa do meu dinheiro, mas o meu irmão ,Irmã necessitado precisa.
Deus não precisa da minha oferta, mas a igreja ,Casas Espiritas e Outros, onde frequentamos paga água, luz e impostos, ela precisa. Deus não precisa dos meus dízimos, mas com eles nossas igrejas ,Casas Espiritas e Outros podem abrir novos pontos de orações , rezas, preces e auxiliar no amparo aos que tem dedicado suas vidas pela proclamação do evangelho no geral. Por isso, ao ofertar, precisamos inundar nosso coração com um sentimento de gratidão a Deus. Tudo o que temos vem dele. Quando ofertamos, não estamos dando o que é nosso, estamos dando aquilo que é dele e que ele nos deu para administrarmos. Por isso, não podemos ofertar com tristeza (se temos, é porque ele tem cuidado de nós) e nem por obrigação (pela força do hábito e não pela força da gratidão). Oferte, invista e dizime sempre com alegria. Palavras de um ofertante e dizimista que tem visto o cuidado generoso de Deus em todas as coisas.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

PILULAS PETRALHAS DO RAY PINHEIRO !!!

PILULAS PETRALHAS DO RAY PINHEIRO !!!
 
25 // 02 // 2015.
 
A espantosa quantia roubada por essa quadrilha de arquicriminosos travestida de “Componentes do Partido dos Trabalhadores e aliados” no escândalo do Petrolão (OITENTA BILHÕES DE REAIS, OU 27,6 BILHÕES DE DÓLARES! e no BNDES OITOCENTOS BILHÕES DE REAIS, OU 275,9 BILHÕES DE DÓLARES (estes, ousadamente, de “valores secretos”) é tão gigantesca, recorde mundial absoluto em toda a História universal, que assombrou o mundo inteiro, que alguns canalhas petralhas e aliados ficam procurando o que criticar para disfarçar o mega-escândalo. Mas o escândalo da semana foi o chefe maior dessas quadrilhas comparecer ontem à ABI – Associação Brasileira de Imprensa, no Rio, para “defender” a Petrobrás... (defender dele mesmo... E um bando de simpatizantes comunistas da imprensa e das artes o acompanhou. Nada mais hilário se não fosse uma cínica farsa do Lula Molusco seus asseclas e aliados.
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo )

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0011 )

 
DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 0011 )
 
24 // 02 // 2015.
 
Pois é, estar com você mesmo distante dos olhos e do coração , é estar nas asas do amor, passeando pelo mundo sem que haja qualquer limite...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

COMPARTILHO UM SITE MUITO INTERESSANTE , CONFIRAM !!!

Ray Pinheiro compartilha com você um site:
Para professoras , professores , alunas , alunos e todos que tenham sede de saber compartilho este site:
http://hypescience.com/

domingo, 22 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 009 )

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 009 )
 
22 // 02 // 2015
 
Em meus silêncios encontro-te todos os dias......
Não quero ser na tua vida o inicio do fim , nem o fim de um começo,
mas o inicio de um começo sem fim...

AH! DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!
 
22 // 02 // 2015.
 
Quando se trata de amor, todo sonho se torna a mais pura realidade....
E ela sabe disso , percebe , e discretamente incentiva...

AH! MINHA ADMIRAÇÃO POR NOSSA MÃE MARIA SANTÍSSIMA !!!

AH! MINHA ADMIRAÇÃO POR NOSSA MÃE MARIA SANTÍSSIMA !!!
 
Desde meus tempos de criança , coroinha , seminarista católico salesiano , lá na minha Tri Centenária cidade natal SÃO JOÃO DEL REI//MG nutro um amor imenso e admiração por nossa Senhora A SANTÍSSIMA mãe de nosso amado mestre JESUS e com muita emoção escrevi este texto oração , um testemunho de minha fé enquanto aqui estiver no mundo terrestre , que assim seja...
Junto da cruz, o vulto agoniado de MARIA a SANTÍSSIMA produzia dolorosa e indelével impressão.
Com o pensamento ansioso e torturado, olhos fixos no madeiro das perfídias humanas, a ternura materna regredia ao passado em amarguradas recordações. Ali estava, na hora extrema, o filho bem-amado.
MARIA SANTÍSSIMA deixava-se ir na corrente infinda das lembranças.
Eram as circunstâncias maravilhosas em que o nascimento de Jesus lhe fora anunciado, a amizade de Isabel, as profecias do velho Simeão, reconhecendo que a assistência de Deus se tornara incontestável nos menores detalhes de sua vida.
Naquele instante supremo, revia a manjedoura, na sua beleza agreste, sentindo que a Natureza parecia desejar redizer aos seus ouvidos o cântico de glória daquela noite inolvidável. Através do véu espesso das lágrimas, repassou, uma por uma, as cenas da infância do filho mestre JESUS estremecida, observando o alarme interior das mais doces reminiscências.
Nas menores coisas, reconhecia a intervenção da Providência celestial;
Entretanto, naquela hora, seu pensamento vagava também pelo vasto mar das mais aflitivas interrogações.
Que fizera JESUS por merecer tão amargas penas? Não o vira crescer de sentimentos imaculados, sob o calor de seu coração? Desde os mais tenros anos, quando o conduzia à fonte tradicional de Nazaré, observava o carinho fraterno que dispensava a todas as criaturas. Frequentemente, ia buscá-lo nas ruas empedradas,
onde a sua palavra carinhosa consolava os transeuntes desamparados e tristes.
Viandantes misérrimos vinham a sua casa modesta louvar o filhinho idolatrado, que sabia distribuir as bênçãos do Céu e da eternidade.
Com que enlevo recebia os hóspedes inesperados que suas mãos minúsculas conduziam à carpintaria de José!...
Lembrava-se bem de que, um dia, a divina criança guiara a casa dois malfeitores publicamente reconhecidos como ladrões do vale de Mizhep.
E era de ver-se a amorosa solicitude com que seu vulto pequenino cuidava dos desconhecidos, como se fossem seus irmãos.
Muitas vezes, comentara a excelência daquela virtude santificada, receando pelo futuro de seu adorável filhinho.
Depois do caricioso ambiente doméstico, era a missão celestial, dilatando-se em colheita de frutos maravilhosos.
Eram paralíticos que retomavam os movimentos da vida, cegos que se reintegravam nos sagrados dons da vista, criaturas famintas de luz e de amor que se saciavam na sua lição de infinita bondade.
Que profundos desígnios haviam conduzido seu filho adorado à cruz do suplício?
Uma voz amiga lhe falava ao espírito, dizendo das determinações insondáveis e justas de Deus, que precisam ser aceitas para a redenção divina das criaturas.
Seu coração rebentava em tempestades de lágrimas irreprimíveis; Contudo, no Santuário da consciência, repetia a sua afirmação de sincera humildade: "Faça-se na escrava a vontade do Senhor!"
De alma angustiada, notou que JESUS atingira o último limite dos padecimentos inenarráveis.
Alguns dos populares mais exaltados multiplicavam as pancadas, enquanto as lanças riscavam o ar, em ameaças audaciosas e sinistras.
Ironias mordazes eram proferidas a esmo, dilacerando-lhe a alma sensível e afetuosa.
Em meio de algumas mulheres compadecidas, que lhe acompanhavam o angustioso transe, MARIA SANTÍSSIMA reparou que alguém lhe pousara as mãos, de leve, sobre os ombros.
Deparou-se-lhe a figura de João que, vencendo a pusilanimidade criminosa em que haviam mergulhado os demais companheiros, lhe estendia os braços amorosos e reconhecidos. Silenciosamente, o filho de Zebedeu abraçou-se àquele triturado coração maternal.
MARIA SANTÍSSIMA deixou-se enlaçar pelo discípulo querido e ambos, ao pé do madeiro, em gesto súplice, buscaram ansiosamente a luz daqueles olhos misericordiosos, no cúmulo dos tormentos. Foi aí que a fronte do divino supliciado se moveu vagarosamente, revelando perceber a ansiedade daquelas duas almas em extremo desalento.
— "Meu filho! Meu amado filho!..." — exclamou a mártir, em aflição diante da serenidade daquele olhar de melancolia intraduzível.
O CRISTO pareceu meditar no auge de suas dores, mas, como se quisesse demonstrar, no instante derradeiro, a grandeza de sua coragem e a sua perfeita comunhão com Deus, replicou com significativo movimento dos olhos vigilantes:
— "Mãe, eis aí teu filho!..." — E dirigindo-se, de modo especial, com um leve aceno, ao apóstolo, disse:
— "Filho, eis aí tua mãe!"
MARIA SANTÍSSIMA envolveu-se no véu de seu pranto doloroso, mas o grande evangelista compreendeu que o Mestre JESUS, na sua derradeira lição, ensinava que o amor universal era o sublime coroamento de sua obra. Entendeu que,
no futuro, a claridade do Reino de Deus revelaria aos homens a necessidade da cessação de todo egoísmo e que, no Santuário de cada coração, deveria existir a mais abundante cota de amor, não só para o círculo familiar, senão também para todos os necessitados do mundo, e que no templo de cada habitação permaneceria a fraternidade real, para que a assistência recíproca se praticasse na Terra, sem serem precisos os edifícios exteriores, consagrados a uma solidariedade claudicante.
Por muito tempo, conservaram-se ainda ali, em preces silenciosas, até que o Mestre, exânime, fosse arrancado à cruz, antes que a tempestade mergulhasse a paisagem castigada de Jerusalém num dilúvio de sombras.
Após a separação dos discípulos, que se dispersaram por lugares diferentes, para a difusão da Boa Nova, MARIA SANTÍSSIMA retirou-se para a Betânia , onde alguns parentes mais próximos a esperavam com especial carinho.
Os anos começaram a rolar, silenciosos e tristes, para a angustiada saudade de seu coração.
Tocada por grandes dissabores, observou que, em tempo rápido, as lembranças do filho amado se convertiam em elementos de ásperas discussões, entre os seus seguidores. Na Betânia, pretendia-se manter uma certa aristocracia espiritual, por efeito dos laços consanguíneos que ali a prendiam, em virtude dos elos que a ligavam a José. Em Jerusalém, digladiavam-se os cristãos e os judeus, com veemência e acrimônia.
Na Galiléia, os antigos cenáculos simples e amoráveis da Natureza estavam tristes e desertos.Para aquela mãe amorosa, cuja alma digna observava que o vinho generoso de Caná se transformara no vinagre do martírio, o tempo assinalava sempre uma saudade maior no mundo e uma esperança cada vez mais elevada no céu.Sua vida era uma devoção incessante ao rosário imenso da saudade, às lembranças mais queridas.
Tudo que o passado feliz edificara em seu mundo interior revivia na tela de suas lembranças, com minúcias somente conhecidas do amor, e lhe alimentavam a seiva da vida.Relembrava o seu JESUS pequenino, como naquela noite de beleza prodigiosa, em que o recebera nos braços maternais, iluminado pelo mais doce mistério. Figurava-se-lhe escutar ainda o balido das ovelhas que vinham, apressadas acercar-se do berço que se formara de improviso.
E aquele primeiro beijo, feito de carinho e de luz? As reminiscências envolviam a realidade longínqua de singulares belezas para o seu coração sensível e generoso.
Em seguida, era o rio das recordações desaguando, sem cessar, na sua alma rica de sentimentalidade e ternura.
Nazaré lhe voltava à imaginação, com as suas paisagens de felicidade e de luz.
A casa singela, a fonte amiga, a sinceridade das afeições, o lago majestoso e, no meio de todos os detalhes, o filho adorado, trabalhando e amando, no erguimento da mais elevada concepção de Deus, entre os homens da Terra.
De vez em quando, parecia vê-lo em seus sonhos repletos de esperança. JESUS lhe prometia o júbilo encantador de sua presença e participava da carícia de suas recordações.
A esse tempo, o filho de Zebedeu, tendo presentes as observações que o Mestre lhe fizera da cruz, surgiu na Batanéla, oferecendo àquele espírito saudoso de mãe o refúgio amoroso de sua proteção. Maria aceitou o oferecimento, com satisfação imensa.
E João lhe contou a sua nova vida. Instalara-se definitivamente em Éfeso, onde as idéias cristãs ganhavam terreno entre almas devotadas e sinceras.
Nunca olvidara as recomendações do Senhor e , no íntimo, guardava aquele título de filiação como das mais altas expressões de amor universal para com aquela que recebera o Mestre nos braços veneráveis e carinhosos.
MARIA SANTÍSSIMA escutava-lhe as confidências, num misto de reconhecimento e de ventura. João continuava a expor-lhe os seus planos mais insignificantes. Levá-la-ia consigo, andariam ambos na mesma associação de interesses espirituais.Seria seu filho desvelado, enquanto receberia de sua alma generosa a ternura maternal, nos trabalhos do Evangelho. Demorara-se a vir, explicava o filho de Zebedeu, porque lhe faltava uma choupana, onde se pudessem abrigar; entretanto, um dos membros da família real de Adiabene, convertido ao amor do Cristo, lhe doara uma casinha pobre, ao sul de Éfeso, distando três léguas aproximadamente da cidade.
A habitação simples e pobre demorava num promontório, de onde se avistava o mar. No alto da pequena colina, distante dos homens e no altar imponente da Natureza, se reuniriam ambos para cultivar a lembrança permanente de JESUS.
Estabeleceriam um pouso e refúgio aos desamparados, ensinariam as verdades do Evangelho a todos os espíritos de boa vontade e, como mãe e filho, iniciariam uma nova era de amor, na comunidade universal.
MARIA SANTÍSSIMA aceitou alegremente.
Dentro de breve tempo, instalaram-se no seio amigo da Natureza, em frente do oceano. Éfeso ficava pouco distante; porém, todas as adjacências se povoavam de novos núcleos de habitações alegres e modestas. A casa de João, ao cabo de algumas semanas, se transformou num ponto de assembléias adoráveis, onde as recordações do Messias eram cultuadas por espíritos humildes e sinceros.
Maria externava as suas lembranças. Falava dele com maternal enternecimento, enquanto o apóstolo comentava as verdades evangélicas, apreciando os ensinos recebidos. Vezes inúmeras, a reunião somente terminava noite alta, quando as estrelas tinham maior brilho.
E não foi só. Decorridos alguns meses, grandes fileiras de necessitados acorriam ao sitio singelo e generoso.
A notícia de que Maria descansava, agora, entre eles, espalhara um clarão de esperança por todos os sofredores.
Ao passo que João pregava na cidade as verdades de Deus, ela atendia, no pobre Santuário doméstico, aos que a procuravam exibindo-lhe suas úlceras e necessidades.
Sua choupana era, então, conhecida pelo nome de "Casa da Santíssima".
O fato tivera origem em certa ocasião, quando um miserável leproso, depois de aliviado em suas chagas, lhe osculou as mãos, reconhecidamente murmurando:
— "Senhora, sois a mãe de nosso Mestre e nossa Mãe Santissima!"
A tradição criou raízes em todos os espíritos. Quem não lhe devia o favor de uma palavra maternal nos momentos mais duros?
E João consolidava o conceito, acentuando que o mundo lhe seria eternamente grato, pois fora pela sua grandeza espiritual que o Emissário de Deus pudera penetrar a atmosfera escura e pestilenta do mundo para balsamizar os sofrimentos da criatura.
Na sua humildade sincera, MARIA SANTÍSSIMA se esquivava às homenagens afetuosas dos discípulos de JESUS, mas aquela confiança filial com que lhe reclamavam a presença era para sua alma um brando e delicioso tesouro do coração. O título de maternidade fazia vibrar em seu espírito os cânticos mais doces. Diariamente, acorriam os desamparados, suplicando a sua assistência espiritual. Eram velhos trôpegos e desenganados do mundo, que lhe vinham ouvir as palavras confortadoras e afetuosas, enfermos que invocavam a sua proteção, mães infortunadas que pediam a bênção de seu carinho.
— "Minha mãe — dizia um dos mais aflitos — como poderei vencer as minhas dificuldades? Sinto-me abandonado na estrada escura da vida..."
MARIA SANTÍSSIMA lhe enviava o olhar amoroso da sua bondade, deixando nele transparecer toda a dedicação enternecida de seu espírito maternal.
— "Isso também passa! — dizia ela, carinhosamente — só o Reino de Deus é bastante forte para nunca passar de nossas almas, como eterna realização do amor celestial."
Seus conceitos abrandavam a dor dos mais desesperados, desanuviavam o pensamento obscuro dos mais acabrunhados.
A igreja de Éfeso exigia de João a mais alta expressão de sacrifício pessoal, pelo que, com o decorrer do tempo, quase sempre MARIA SANTÍSSIMA estava só,
quando a legião humilde dos necessitados descia o promontório desataviado, rumo aos lares mais confortados e felizes. Os dias e as semanas, os meses e os anos passaram incessantes, trazendo-lhe as lembranças mais ternas. Quando sereno e azulado, o mar lhe fazia voltar à memória o Tiberíades distante.
Surpreendia no ar aqueles perfumes vagos que enchiam a alma da tarde, quando seu filho, de quem nem um instante se esquecia, reunindo os discípulos amados, transmitia ao coração do povo as louçanias da Boa Nova. A velhice não lhe acarretara nem cansaços nem amarguras.
A certeza da proteção divina lhe proporcionava ininterrupto consolo. Como quem transpõe o dia em labores honestos e proveitosos, seu coração experimentava grato repouso, iluminado pelo luar da esperança e pelas estrelas fulgurantes da crença imorredoura.
Suas meditações eram suaves colóquios com as reminiscências do filho muito amado. Súbito recebeu notícias de que um período de dolorosas perseguições se havia aberto para todos os que fossem fiéis à doutrina do seu JESUS divino. Alguns cristãos banidos de Roma traziam a Éfeso as tristes informações. Em obediência aos éditos mais injustos, escravizavam-se os seguidores do Cristo, destruíam-se-Ihes os lares, metiam-nos a ferros nas prisões.
Falava-se de festas públicas, em que seus corpos eram dados como alimento a feras insaciáveis, em horrendos espetáculos.
Então, num crepúsculo estrelado, MARIA SANTÍSSIMA entregou-se às orações, como de costume, pedindo a Deus por todos aqueles que se encontrassem em angústias do coração, por amor de seu filho.
Embora a soledade do ambiente, não se sentia só: uma como força singular lhe banhava a alma toda.
Aragens suaves sopravam do oceano, espalhando os aromas da noite que se povoava de astros amigos e afetuosos e, em poucos minutos, a lua plena participava, igualmente, desse concerto de harmonia e de luz.
Enlevada nas suas meditações, MARIA SANTÍSSIMA viu aproximar-se o vulto de um pedinte. — Minha mãe — exclamou o recém-chegado, como tantos outros que recorriam ao seu carinho —, venho fazer-te companhia e receber a tua bênção.
Maternalmente, ela o convidou a entrar, impressionada com aquela voz que lhe inspirava profunda simpatia. O peregrino lhe falou do céu, confortando-a delicadamente. Comentou as bem-aventuranças divinas que aguardam a todos os devotados e sinceros filhos de Deus, dando a entender que lhe compreendia as mais ternas saudades do coração. MARIA SANTISSIMA sentiu-se empolgada por tocante surpresa. Que mendigo seria aquele que lhe acalmava as dores secretas da alma saudosa, com bálsamos tão dulçorosos? Nenhum lhe surgira até então para dar; era sempre para pedir alguma coisa. No entanto, aquele viandante desconhecido lhe derramava no íntimo as mais santas consolações. Onde ouvira noutros tempos aquela voz meiga e carinhosa?! Que emoções eram aquelas que lhe faziam pulsar o coração de tanta carícia? Seus olhos se umedeceram de ventura, sem que conseguisse explicar a razão de sua terna emotividade.
Foi quando o hóspede anônimo lhe estendeu as mãos generosas e lhe falou com profundo acento de amor:
— "Minha mãe, vem aos meus braços!"
Nesse instante, fitou as mãos nobres que se lhe ofereciam, num gesto da mais bela ternura. Tomada de comoção profunda, viu nelas duas chagas, como as que seu filho revelava na cruz e, instintivamente, dirigindo o olhar ansioso para os pés do peregrino amigo, divisou também aí as úlceras causadas pelos cravos do suplício. Não pôde mais. Compreendendo a visita amorosa que Deus lhe enviava ao coração, bradou com infinita alegria:
— "Meu filho! meu filho! as úlceras que te fizeram!..."
E precipitando-se para ele, como mãe carinhosa e desvelada, quis certificar-se, tocando a ferida que lhe fora produzida pelo último lançaço, perto do coração. Suas mãos ternas e solícitas o abraçaram na sombra visitada pelo luar, procurando sofregamente a úlcera que tantas lágrimas lhe provocara ao carinho maternal. A chaga lateral também lá estava, sob a carícia de suas mãos. Não conseguiu dominar o seu intenso júbilo. Num ímpeto de amor, fez um movimento para se ajoelhar. Queria abraçar-se aos pés do seu JESUS e osculá-los com ternura. Ele, porém, levantando-a, cercado de um halo de luz celestial, se lhe ajoelhou aos pés e, beijando-lhe as mãos, disse em carinhoso transporte:
— "Sim, minha mãe, sou eu!... Venho buscar-te, pois meu Pai quer que sejas no meu reino a Rainha dos Anjos..."
MARIA SANTÍSSIMA cambaleou, tomada de inexprimível ventura. Queria dizer da sua felicidade, manifestar seu agradecimento a Deus; mas o corpo como que se lhe paralisara, enquanto aos seus ouvidos chegavam os ecos suaves da saudação do Anjo, qual se a entoassem mil vozes cariciosas, por entre as harmonias do céu.
No outro dia, dois portadores humildes desciam a Éfeso, de onde regressaram com João, para assistir aos últimos instantes daquela que lhes era a devotada Mãe Santíssima.
MARIA SANTÍSSIMA já não falava. Numa inolvidável expressão de serenidade, por longas horas ainda esperou a ruptura dos derradeiros laços que a prendiam à vida material.
A alvorada desdobrava o seu formoso leque de luz quando aquela alma eleita se elevou da Terra, onde tantas vezes chorara de júbilo, de saudade e de esperança. Não mais via seu filho bem-amado, que certamente a esperaria, com as boas-vindas, no seu reino de amor; mas, extensas multidões de entidades angélicas a cercavam cantando hinos de glorificação.
Experimentando a sensação de se estar afastando do mundo, desejou rever a Galiléia com os seus sítios preferidos. Bastou a manifestação de sua vontade para que a conduzissem à região do lago de Genesaré, de maravilhosa beleza. Reviu todos os quadros do apostolado de seu filho e, só agora, observando do alto a paisagem, notava que o Tiberíades, em seus contornos suaves, apresentava a forma quase perfeita de um alaúde. Lembrou-se, então, de que naquele instrumento da Natureza JESUS cantara o mais belo poema de vida e amor, em homenagem a Deus e à humanidade. Aquelas águas mansas, filhas do Jordão marulhoso e calmo, haviam sido as cordas sonoras do cântico evangélico.
Dulcíssimas alegrias lhe invadiam o coração e já a caravana espiritual se dispunha a partir, quando MARIA SANTISSIMA se lembrou dos discípulos perseguidos pela crueldade do mundo e desejou abraçar os que ficariam no vale das sombras, à espera das claridades definitivas do Reino de Deus. Emitindo esse pensamento, imprimiu novo impulso às multidões espirituais que a seguiam de perto. Em poucos instantes, seu olhar divisava uma cidade soberba e maravilhosa, espalhada sobre colinas enfeitadas de carros e monumentos que lhe provocavam assombro. Os mármores mais ricos esplendiam nas magnificentes vias públicas, onde as liteiras patrícias passavam sem cessar, exibindo pedrarias e peles, sustentadas por misérrimos escravos. Mais alguns momentos e seu olhar descobria outra multidão guardada a ferros em escuros calabouços. Penetrou os sombrios cárceres do Esquilino, onde centenas de rostos amargurados retratavam padecimentos atrozes. Os condenados experimentaram no coração um consolo desconhecido.
MARIA SANTISSIMA se aproximou de um a um, participou de suas angústias e orou com as suas preces, cheias de sofrimento e confiança. Sentiu-se mãe daquela assembléia de torturados pela injustiça do mundo. Espalhou a claridade misericordiosa de seu espírito entre aquelas fisionomias pálidas e tristes. Eram anciães que confiavam no Cristo, mulheres que por ele haviam desprezado o conforto do lar, jovens que depunham no Evangelho do Reino toda a sua esperança. MARIA SANTISSIMA aliviou-lhes o coração e, antes de partir, sinceramente desejou deixar-lhes nos espíritos abatidos uma lembrança perene. Que possuía para lhes dar? Deveria suplicar a Deus para eles a liberdade?! Mas, JESUS ensinara que com ele todo jugo é suave e todo fardo seria leve, parecendo-lhe melhor a escravidão com Deus do que a falsa liberdade nos desvãos do mundo. Recordou que seu filho deixara a força da oração como um poder incontrastável entre os discípulos amados. Então, rogou ao Céu que lhe desse a possibilidade de deixar entre os cristãos oprimidos a força da alegria. Foi quando, aproximando-se de uma jovem encarcerada, de rosto descarnado e macilento, lhe disse ao ouvido:
— "Canta, minha filha! Tenhamos bom ânimo!... Convertamos as nossas dores da Terra em alegrias para o Céu!..
A triste prisioneira nunca saberia compreender o porquê da emotividade que lhe fez vibrar subitamente o coração. De olhos extáticos, contemplando o firmamento luminoso, através das grades poderosas, ignorando a razão de sua alegria, cantou um hino de profundo e enternecido amor a JESUS, em que traduzia sua gratidão pelas dores que lhe eram enviadas, transformando todas as suas amarguras em consoladoras rimas de júbilo e esperança. Daí a instantes, seu canto melodioso era acompanhado pelas centenas de vozes dos que choravam no cárcere, aguardando o glorioso testemunho.
Logo, a caravana majestosa conduziu ao Reino do Mestre a bendita entre as mulheres e, desde esse dia, nos tormentos mais duros, os discípulos de JESUS têm cantado na Terra, exprimindo o seu bom ânimo e a sua alegria, guardando a suave herança de nossa Mãe Santíssima.
Por essa razão, minhas irmãs , meus irmãos em CRISTO, quando ouvirdes o cântico nos templos das diversas famílias religiosas do Cristianismo, não vos esqueçais de fazer no coração um brando silêncio, para que a Rosa Mística de APARECIDA , nossa mãe MARIA SANTISSIMA a mãe do mestre JESUS espalhe aí o seu perfume!
Soli Deo Gloria...
Dominus Tecum...
Namastê...
Fraternalmente,
Eu sou seu filho apaixonado por ti,
RAY PINHEIRO.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

AH! FÉ OU RAZÃO , EIS A QUESTÃO?

FÉ OU RAZÃO , EIS A QUESTÃO?
 
Venho percebendo que algumas pessoas aqui na Net, sem conhecimento de causa com FANATISMO E PRECONCEITO RELIGIOSO tentam denegrir a imagem da Doutrina Espirita Cristã.
Allan Kardec definiu o Espiritismo Cristão como:
A ciência que estuda a origem, a natureza e o destino do espírito e suas relações com o mundo corpóreo.
Peço aos meus caríssimos leitores para limpar a mente de quaisquer idéias preconcebidas, a fim de que esta leitura seja feita com absoluta isenção de ânimo, sem qualquer tipo de preconceito, mesmo porque qualquer discussão filosófica ou científica jamais será autêntica, se fluir sobre idéias ou conceitos preestabelecidos.
As teses espíritas cristãs têm sido envolvidas, desde a sua codificação, numa aura de superstição e misticismo pelos que as desconhecem e/ou têm interesse em assim agir. No entanto, e, apesar de tudo, são conceitos que vêm se impondo pela força de sua própria realidade.
Por que então tanta rejeição a estas idéias?
É fácil entender. Se em todas as épocas, na caminhada da ciência, houve sempre momentos de granítica rejeição a novas idéias, principalmente quando vinham desestruturar antigos paradigmas, agora não poderia ser diferente.
Por que a mídia não divulga o que a ciência vem confirmando com relação a diversos conceitos espíritas cristãos?
Porque só lhe interessa o que dá ibope. Quando se trata de fenômenos ela está a postos, mas cuida de ignorar o que há por trás deles, por serem informações que fatalmente mudariam os mais importantes paradigmas do mundo cristão. Além disso iriam contrariar forças extraordinárias, tais como, idéias enraizadas no psiquismo coletivo ocidental e as próprias estruturas das organizações religiosas.
No entanto, quantas pessoas fogem de suas religiões pelos entrechoques da fé com a razão, mas não conseguem deixar de ver Deus na grandiosidade do universo, senti-lo na imensidão dos oceanos, na figura assustadora das cordilheiras geladas, assim como nas coisas mais singelas como o ordenado labor das formigas? Só lhes falta a explicação correta sobre todos esses mecanismos para que a razão possa juntar-se à intuição e abrir-se à plenitude da fé, sem perplexidades ante as incoerências até então encontradas. Não é minha intenção tentar convertê-lo ao Espiritismo Cristão, caro leitor, mas colocar à sua disposição conhecimentos que mudam enfoques, dão novos e mais jubilosos objetivos à vida e, acima de tudo, informações e esclarecimento que pacificam a alma com relação a si mesma, à vida e a Deus.
São informações que dão novo alento, novas perspectivas, renovam mentalidades, modificam conceitos, proporcionando infinito bem-estar, já que mostram os justos porquês de todas as coisas, nos perfeitos mecanismos que regem o universo, a vida e a evolução de tudo para patamares sempre mais perfeitos, mais agradáveis, mais belos. Não se trata de alguma nova religião, nascida da cabeça de alguém, mas conhecimentos que foram trazidos por espíritos evoluídos através da mediunidade e codificados por Allan Kardec a partir da metade do século dezenove.
Se pensarmos a questão religiosa com mais liberdade mental, sem preconceitos, podemos concluir que o futuro das religiões está na religiosidade e não nos formatos religiosos, mesmo porque é óbvio o fato de não existir uma religião certa, verdadeira ou legítima, porque nas centenas de religiões existentes há sinceridade, há verdade, há Deus, mas com interpretações distintas. Não se pode então dizer que tal ou qual é a verdadeira. Todas o são, desde que sua meta seja a busca do divino e com ela, o crescimento interior do ser. Nosso mestre Jesus ensinou o código de conduta adequada a toda a humanidade, e a Doutrina Espírita Cristã esclarece quanto aos mecanismos da vida e da evolução.
Não há hierarquias no Espiritismo Cristão. Para que intermediários entre a criatura e o Criador, intermediários esses tão imperfeitos quanto os demais? Nos ensinos de nosso mestre Jesus Ele sempre colocou cada qual como o único responsável por si mesmo, não por graças de qualquer natureza, mas tão-somente pelas atitudes, omissões e ações vivenciadas no cotidiano.
O Espiritismo Cristão, com sua formidável lógica, pode ser considerado também a ciência do bem viver. Então , é assim que penso e escrevo enquanto for prazeroso neste mundo terrestre que vivemos.
O Deus que existe em mim , saúda o Deus que existe em você.
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro

AH! PILULAS PETISTAS PETRALHAS ECONÔMICAS E POLITICAS !!!

PILULAS PETISTAS PETRALHAS ECONÔMICAS E POLITICAS !!!

22 // 02 // 2015.

Para refrescar as cabeças desses petistas petralhas de plantão: Eugen Von Böhm-Bawerk, da Escola Austríaca de Economia, desmistificou e pôs por terra a falácia da “Mais valia”, de Marx, nos primeiros anos do século XX. E ao propor a extinção da propriedade privada, Marx condenou o homem a ser escravo. Ele não devia saber que na Grécia clássica a definição de escravo era: Aquele que não tem direito à propriedade privada. Propor a extinção da propriedade privada é BURRICE da grossa. Com isso, Marx propôs a extinção da liberdade.
Simples assim. E os que o apoiam são tão burros quanto ele.
Alguns “jornalistas”(?) estelionatários ligados aos petralhas chamam de “lavagem cerebral” o curso e treinamento de líderes brasileiros nos Estados Unidos, mas lavagem cerebral é o que eles e tantos outros no Brasil sofreram dos comuno-terroristas, que os fazem ter como líder Lula Molusco um primata analfabeto funcional (nunca leu um livro), que em 12 anos destruíu a economia brasileira e a Petrobrás Petrossauro, roubando mais de 350 bilhões de reais do pobre povo brasileiro para o BNDES “emprestar” (nunca receberemos de volta) a cerca de dezoito ditaduras estrangeiras, (não esta cotado os empréstimos estranhos para a Friboi) sem nunca ter feito investimentos em nossa infra-estrutura, o que fez nossa indústria encolher em 2014, sem falar também no saneamento básico, na saúde e na educação que são péssimos. Isto é que é ser imbecil, apoiar um bandido primaríssimo e mega-ladrão, pois bateu o recorde universal em roubo na História universal, $106 bilhões de dólares.
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo )

PILULAS PETRALHAS DO RAY PINHEIRO !!!

PILULAS PETRALHAS DO RAY PINHEIRO !!!
 
22 // 02 // 2015
 
O impeachment da Dilma Dilmente poderá ser um tiro no pé. Segundo consta, se o impeachment ocorrer antes de completada metade do mandato será convocada eleição presidencial com o candidato do PT PETRALHA imbatível pois as urnas eletrônicas estão aí para fazer o milagre da multiplicação dos votos. Ou seja, será trocada meia dúzia de ovos podres por meia dúzia de ovos talvez mais podres ainda. ...
E a solução ? Do Congresso não se pode esperar nada em favor do país. Hipótese muito provável ante o quadro atual: a Dilma Dilmente, em face de protestos que passarão a ocorrer com frequência, avolumando-se até se transformarem em guerra civil, tentará agir como seu comparsa da URSAL, Nicolás Maduro.
Neste caso, eu, particularmente, creio que haverá uma intervenção militar, a única solução possível ante a ingovernabilidade que já se instalou nos três níveis federativos, Municípios, Estados e União e o iminente risco de perda da soberania nacional.
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo )

AH! A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA !!!


 A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA !!!

Agora no carnaval 2015, andei pesquisando e lendo muito , então resolvi postar para vossas reflexões, sempre sem FANATISMO e PRECONCEITO RELIGIOSO , então vamos lá:
Fé x Razão ou Fé + Razão?"Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão em todas as épocas da Humanidade" "O homem que apenas crê e não procura refletir esquece-se de que é alguém constantemente exposto à dúvida, seu mais íntimo inimigo, pois onde a fé cega domina, ali também a dúvida está sempre à espreita. Para o homem que pensa, porém, a dúvida é sempre bem recebida, pois ela lhe serve de preciosíssimo degrau para um conhecimento mais perfeito e mais seguro" - palavras de Jung.Como disse o apóstolo Paulo: a letra mata e o espírito vivifica. Por muito tempo, várias alegorias bíblicas para nos atermos ao âmbito das religiões cristãs - foram tomadas de forma literal por estudiosos e teólogos. Na verdade, ainda hoje muitos assim o fazem. Mas o que dizer quando isso simplesmente vai contra o bom-senso, o raciocínio lógico ou a ciência comprovada? A capacidade de raciocínio é um atributo nos concedido por Deus que deve sempre ser utilizado. Ao homem Deus deu a capacidade de discernimento não para acreditar de forma cega em tudo o que lhe é dito, mas sim para examinar e perceber o erro ou a verdade contida nas palavras que lhe chegam.A questão do primeiro homem na pessoa de Adão, como única fonte da Humanidade, não é a única sobre a qual as crenças religiosas deverão se modificar."O movimento da Terra, numa certa época, pareceu de tal modo oposto ao texto das escrituras, que foi motivo de perseguições das quais essa teoria não foi o pretexto, e,todavia, vê-se que, Josué detendo o Sol não pôde impedir a Terra de girar; ela gira apesar dos anátemas, e hoje ninguém poderia contestá-lo sem prejuízo de sua própria razão."A Bíblia diz igualmente que o mundo foi criado em seis dias, e fixa-lhe a época em torno de 4 mil anos antes da era cristã. Antes disso, a Terra não existia, ela foi tirada do nada: o texto é formal; e eis que a ciência positiva, inexorável, vem provar o contrário. A formação do globo está escrita em caracteres imprescritíveis do mundo fóssil, e está provado que os seis dias da criação são igualmente de períodos cada um, talvez, de várias centenas de milhares de anos. Isto não é um sistema, uma doutrina, uma opinião isolada, é um fato tão constante quanto o movimento da Terra, e que a teologia não pode se recusar em admitir. (...) A autoridade da Bíblia recebeu um insulto aos olhos dos teólogos? De nenhum modo, eles se renderam à evidência, e disto concluíram que o texto podia receber uma interpretação."Admitindo que o homem (Adão) apareceu pela primeira vez na Terra quatro mil anos antes de Cristo, se 1650 mais tarde toda a raça humana foi destruída (dilúvio), disso resulta que o povoamento da Terra não data senão de Noé, quer dizer, de 2350 anos antes de nossa era. Ora, quando os hebreus emigraram para o Egito, no décimo oitavo século, encontraram este país muito povoado e já muito avançado em civilização. (...) A história prova que, nessa época, as Índias e outros países estavam igualmente florescentes. Seria necessário, pois, que do décimo quarto ao décimo oitavo século, quer dizer, no espaço de 600 anos, (...) a posteridade de um único homem pôde povoar todos os imensos continentes então conhecidos, supondo que os outros não o fossem. "Que teria acontecido à religião se ela se obstinasse contra a evidência, e se persistisse em cunhar de anátema quem não aceitasse a letra das Escrituras; disso resultaria que não poderia ser católico sem crer-se no movimento do Sol, nos seis dias, nos 6.000 anos da existência da Terra; contai, pois, o que restaria hoje de católicos. Proscrevei também aquele que não se prende à letra, à alegoria da árvore e de seu fruto, da costela de Adão, da serpente, etc?As idéias religiosas, longe de perderem, se engrandecem caminhando como a ciência; é o meio de não dar ensejo ao ceticismo em demonstrando um lado vulnerável. Num dia, se critica e ataca; no outro, rende-se à evidência e os dogmas mais absurdos das mais diversas religiões caem por terra, pois "fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade". É assim que penso e escrevo enquanto for prazeroso neste mundo terrestre.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 005 )

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!  ( 005 )
 
É uma saudade que não se explica , mas se sente.
É estranho sentir tudo isso.
E não saber descrever nada ainda...

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!! ( 002 )

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!
 
Em alguns momentos acho que estou pensando em você , nos momentos restantes , tenho certeza!

NINGUÉM SE ALEGRA , QUANDO LHE DIZEM QUE ESTA TUDO ERRADO !!!

NINGUÉM SE ALEGRA , QUANDO LHE DIZEM QUE ESTA TUDO ERRADO !!!
 
Continuo recebendo muitos e-mails, as vezes telefonemas, sobre estes meus escritos, comentários, que ando fazendo diariamente enquanto for prazeroso. Sou ex seminarista católico salesiano lá da minha Tri centenária São João Del Rei // MG e hoje um estudioso da Doutrina Espirita Cristã, leia-se Allan Kardec // Chico Xavier. Não tenho interesse nenhum em debater com Padres, Pastores, Irmãos da Doutrina Espirita Cristã , Leigos e lideres Religiosos , apenas que eles continuem com seus trabalhos em prol da caridade e dos menos favorecidos, amém , que assim seja, sempre.
Solicito , CONTINUEMOS , com nossas preces aos irmãos e irmãs desencarnados na tragédia da Boate Kiss e suas respectivas famílias na Cidade de Santa Maria / RS , nas enchentes e secas pelo nosso Brasil , bem como outros em sofrimentos e dor. Porque em muita tribulação e angústia do coração vos escrevi, com muitas lágrimas, não para que vos entristecêsseis, mas para que conhecêsseis o amor que abundantemente vos tenho.
Quando Paulo ficou sabendo de problemas graves que estavam acontecendo na igreja de Corinto, decidiu escrever-lhes uma carta de correção doutrinária. Ao saber que alguns irmãos e irmãs ficaram tristes pelo conteúdo da carta, mandou-lhes uma segunda epístola, com explicações afetuosas. “Eu escrevi aquela carta muito preocupado e triste e derramando muitas lágrimas. Porém, não escrevi para fazer com que vocês ficassem tristes, mas para que soubessem do grande amor que tenho por todos vocês”. Ninguém se alegra, quando lhe dizem que está errado. Pelo contrário, a simples constatação de que os próprios esforços resultaram em erro, tem o poder de nos frustrar, e consequentemente, de nos deixar tristes. É exatamente deste assunto que trata a Segunda Carta de Paulo aos Coríntios.
O Evangelho diz que “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. E ele diz, também, que “Deus corrige os filhos a quem ama”. Raciocinando neste contexto, o Evangelho reconhece nosso direito de nos entristecermos quando a correção do Senhor nos atinge. Mas, exatamente por causa desta fragilidade da nossa natureza, as Escrituras enfatizam a dimensão construtiva da correção divina. No meio das provações e disciplinas, lembremo-nos da revelação do apóstolo: seu objetivo é confirmar, dentro de nós, o “grande amor” que o Senhor e mestre Jesus sente por nós.
E continuando com meu comentário, com eles enviamos também outro nosso irmão, o qual muitas vezes, e em muitas coisas, já experimentamos ser diligente, e agora muito mais diligente ainda pela muita confiança que em vós tem.
As Igrejas , Casas Espiritas e Outros não devem separar membros precipitadamente. Sendo estes cooperadores do Evangelho tão evidentes no convívio da comunidade cristã, o ideal é que primeiro sejam provados, para então, se aprovados, servirem. As Igrejas falham quando, precipitadamente, separam membros sem terem passado pela prova.
Quando estava no Seminário lá na minha Tri centenária cidade natal São João Del Rei MG, senti de Deus pela primeira vez o chamado para divulgar o Evangelho. Já recebi diversos convites de outras congregações religiosas, mas não tenho interesse,meu líder e meu pastor terrestre foi o saudoso Cardeal são-joanense Dom Lucas Moreira Neves. Talvez vocês estejam sendo provados em suas comunidades cristãs. Ao invés de reclamar, agradeçam a Deus pela prova nesta vida terrestre. Logo após passarem por ela, vocês receberam de Deus a recompensa com certeza.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!

DEVANEIOS DO RAY PINHEIRO !!!
 
Há momentos em nossas vidas que não da para resistir , um deles é estar ao lado de uma mulher inteligente e que lhe faça feliz de verdade...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

AH! TODOS OS SERES HUMANOS POSSUEM UMA MENTE COM AS MESMAS FACULDADES !!!

TODOS OS SERES HUMANOS POSSUEM UMA MENTE COM AS MESMAS FACULDADES !!!
 
Pois é , existe na mente uma faculdade, a razão, à qual muitos atribuem papel primordial ao considerar ser ela a que discerne sobre o bem e o mal, a verdade e o erro, o belo e o feio, o grande e o pequeno.
Em que medida esse discernimento se ajusta aos ditados da verdadeira razão? Em que a razão baseia seus juízos? O certo é que não se pode falar de razão sem estabelecer diferenciações, nem sem antes conh
ecer o significado do que ela é e representa em realidade.
Todos os seres humanos possuem uma mente com as mesmas faculdades. Entretanto, consta para todos nós que a razão, ou os juízos elaborados por ela são negados com reiterada frequência, tornando-se necessário lutar para defender o que se sustentou, não obstante ter consciência de não tê-la perdido. Outras vezes acontece que se quer ter mais razão do que os outros, como se esta faculdade fosse como dinheiro, que uns têm mais e outros menos, embora nem sempre por justiça de seus méritos. Observamos também existir na criança, por exemplo, uma razão como a do adulto, mas não pode utilizá-la nem servir-se dela como as pessoas que já tenham cumprido bons anos de vida; além disso, há seres de idade avançada que tampouco podem servir-se de sua razão, não porque lhes falte, senão porque nunca a cultivaram.
Quanto maior o conhecimento, maior a razão sempre.
A razão somente age baseada nos conhecimentos que se tenha. É o conhecimento o que lhe dá vida; sem ele, não poderia exercer sua função diretriz, como faculdade central da mente, pois o conhecimento constitui sua razão de existir.
Daí que a razão da criança não possa discernir sobre uma mesma questão exatamente como o faria três ou quatro anos mais tarde. E daí também que, embora em todos exista o que se tem chamado razão, nem todos podem servir-se dela como corresponde, nem experimentar segurança sobre o que discerne, porque a razão não pode julgar só pelo fato de existir.
A razão requer o auxílio imediato do conhecimento para poder discernir; ela não pode estabelecer nenhum juízo sem antes haver buscado e reunido os elementos indispensáveis a tal função. De modo que os conhecimentos aumentam o volume e a consideração do juízo que esta faculdade central, que se chama razão, vai elaborando; nutrida por esses conhecimentos, pode fazer com que eles nutram a razão de outros.
De tudo isto depreende-se que quanto maior o conhecimento, maior a razão; e se os conhecimentos formam a base permanente da existência, é lógico pensar que, quando a razão se nutre constantemente com o conhecimento, a consciência desperta em uma nova existência. A razão, pois, não pode agir sensatamente sem antes experimentar a consciência do saber pelo conhecimento. É assim que penso e escrevo enquanto for prazeroso neste mundo terrestre.
Eu sou Ray Pinheiro.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

PILULAS PETISTAS PETRALHAS !!!

PILULAS PETISTAS PETRALHAS !!!

12 // 02 // 2015.

Essa CORJA Petralha vive dizendo que nós somos golpistas. Mentira. Somos contra-golpistas. Golpista foi a Dillma Dilmente (e Lulla Lula Molusco e Dilma Dilmente atual ditadora do Brasil), que recebeu R$50 milhões para a campanha eleitoral de 2010, pedidos pelo petralha Antônio. Palocci, roubados da Petrobrás Petrossauro, sem declarar ao TSE. Cabe impeachment. E mais outros milhões roubados da Petrobrás Petrossauro para a campa...nha de 2014 sem declarar ao TSE. Cabe impeachment. Praticou estelionato eleitoral dizendo as mais absurdas mentiras sobre o que o Senador Aécio Neves faria. Roubou votos nas urnas eletrônicas, e depois de eleita fez o contrário do que prometeu aos eleitores que faria. Vocês vão ver as grandes marchas que serão feitas nas capitais brasileiras pedindo o impeachment dessa ladra mentirosa, com a popularidade indo ao chão na pesquisa da Data Folha, com 46% de governo ruim ou péssimo. Tudo isso que a Dilma Dilmente fez é que é golpe. Nosso trabalho agora é contra-golpe. E Lulla Molusco sem vergonha ontem dia 11//02//2015 disse que é candidato em 2018 e depois do carnaval vai viajar muito, demorando-se nos vários estados do Brasil para recuperar a imagem do PT PETRALHA. Mas ele se engana. Ele vai “viajar” parado, vendo todo dia o sol nascer quadrado. É só aguardar UM POUCO.
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo. )

AH! A CURIOSIDADE DO FARISEU NICODEMOS !!!

A CURIOSIDADE DO FARISEU NICODEMOS !!!
 
E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
O evangelista João relata o episódio de uma autoridade judaica que resolveu procurar nosso mestre Jesus para conhecer melhor seus ensinos. “Havia um fariseu chamado Nicodemos, uma autoridade entre os judeus. Ele veio a nosso mestre Jesus, à noite”.
A curiosidade do fariseu Nicodemos ficou mais aguçada depois que nosso mestre Jesus começou a fazer milagres em Can...
á, da Galiléia. E, também, depois que ele expulsou do Templo de Jerusalém mercadores, que se aproveitaram da Páscoa, para transformar a área religiosa em um mero centro comercial. Um detalhe da narrativa, porém, chama minha atenção: Nicodemos decidiu procurar o mestre Jesus somente à noite...
Por que pessoas precisam da noite, para buscar conhecer a Jesus? Por que não em pleno dia? E não no meio da praça pública? Ao afirmar a necessidade de “nascer de novo”, de “nascer do Espírito de luz”, Nosso amado mestre Jesus dá uma resposta aos que pensam ser possível ser um cristão às escondidas. Discípulo de Cristo assume em pleno dia que é um servo do Senhor. O testemunho cristão é tarefa de tempo integral, com luz ou sem luz. A estratégia de nosso mestre Jesus é clara: “Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai, que está nos céus e na espiritualidade”.
E continuo com meu comentário enquanto for prazeroso , e não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao senhor, e depois a nós, pela vontade de Deus.
Uma das características de uma Igreja , Casa Espirita e Outros que compreendem o evangelho é a sua dedicação total a Deus e aos que nos levam a palavra com os ensinamentos do mestre Jesus. Ao observar a liberalidade das comunidades cristãs da Macedônia, Paulo percebeu que esses irmãos, antes de trazerem seu dinheiro, se deram primeiro a Deus e depois a ele, reconhecendo a autoridade espiritual que o apóstolo tinha sobre eles.
O Evangelho nos apresenta a um Deus gracioso, generoso, que coloca no coração de seus filhos um sentimento poderoso de solidariedade e compaixão. Impactados pela graça, esses filhos dedicam suas vidas ao seu Senhor e passam a partilhar com seus semelhantes das coisas boas que o Senhor lhes tem dado. Movidos por lideranças piedosas, essas comunidades passam a ser luzeiros para a sociedade, ao revelarem o amor de Deus ao mundo pelo amor que demonstram aos seus semelhantes.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A VERDADEIRA QUESTÃO DA CORRUPÇÃO PETISTA PETRALHA E DE SEUS ALIADOS DA PIOR QUALIDADE !!!

A VERDADEIRA QUESTÃO DA CORRUPÇÃO PETISTA PETRALHA E DE SEUS ALIADOS DA PIOR QUALIDADE !!!
 
Qualquer estudioso mediano de ciência política sabe que a corrupção é inerente ao exercício do poder e dele não pode ser separada. A corrupção não pode ser extirpada. Qualquer burocrata saberá sempre traduzir seu poder em mercadoria. Uma leitura atenta do que Ortega y Gasset escreveu sobre Mirabeau vai ensinar que é assim, e sempre foi assim.
Bem outra coisa é haver tolerância com a corrupção. Quando ocorre isso perde-se o controle e o Estado deixa de exercer suas funções, passando, cada grupo de poder no seu interior, a atuar como facção autônoma, impedindo a funcionalidade do sistema. Nenhum Estado sobrevive se a corrupção ocorrer sem repressão e sem custos. Na raiz, está o sistema jurídico, que codifica e administra a Justiça.
A bandeira de eliminação completa da corrupção é coisa de fariseu ideologicamente tapado, perfectibilista alienado do mundo. Isso não significa a afirmação da recíproca, ou seja, a de que se seja conivente com a corrupção. Ela precisa ser combatida até onde for possível, mas nunca com a veleidade de extirpa-la, própria dos idealistas. Pensar assim é puro realismo político.
O que o PT PETRALHA fez ao assumir o poder, em 2002, foi ampliar a corrupção vertical, ao envolver as maiores autoridades nas operações corruptas, e também na horizontal, permitindo que escalões médios e inferiores fossem “tocados” sob a lógica de fazer caixa ilicitamente. A corrupção nunca foi tão endêmica no Brasil. Sistemas corruptos como o mensalão , o petrólão e vem ai o escândalo BNDES. são formas de tributação privada instituída pelos detentores do poder.
O ponto positivo é que a lei ainda vale e, diante de provas, a polícia e a Justiça precisam fazer a sua parte. E a têm feito. No processo do mensalão já havia ficado claro que o sistema jurídico não poderia ser derrotado por vontade do Poder Executivo e, mesmo, do Judiciário. Muitos réus foram condenados, alguns a penas de até 40 anos de prisão. A mão impiedosa do Estado desabou sobre os criminosos.
Se é verdade que o grupo político do mensalão teve penas mais leves, isso não diminui a realidade da dureza da lei. Eles receberam penas proporcionais às provas apresentadas. Mais não receberam porque não havia nada a sustentar essa ampliação. O caso de João Paulo Cunha, antigo presidente da Câmara de Deputados, é exemplar. Uma única prova – o cheque sacado de míseros R$ 50 mil – serviu para que recebesse a pena prevista em lei.
Com o petrolão deverá acontecer a mesma coisa, com uma diferença: o juiz Sérgio Moro está conduzindo de forma cuidadosa e técnica cada um dos processos, separando quem tem e quem não tem foro privilegiado. Quem não tem foro privilegiado terá, em breve, uma sentença de primeira instância. A chance da gangue dos empreiteiros ficar por décadas em cana é real. Os que estão com prisão preventiva decretada podem não sair da cadeia antes do julgamento. Quem não se beneficiou da delação premiada praticamente terminará seus dias na cadeia, em face do fato de que quase todos estão acima dos cinquenta anos de idade e merecem pagar pelos erros e roubos cometidos..
Um Executivo irresponsável criou a própria armadilha para seus agentes, ao permitir o liberou geral. Os petistas petralhas escorregaram em sua própria casca de banana. Eles se esqueceram da inexorabilidade da lei. Nenhum tribunal normal deixará de sentenciar os réus de acordo com as provas. Para os membros do PT PETRALHA e aliados terem uma pena diferenciada ou mesmo perdoada só mediante uma justiça revolucionária, que eles não têm força para implantar. Enquanto houver Estado de direito esses corruptos safados serão enjaulados. Enquanto houver imprensa livre as falcatruas virão a público sempre.
O único antídoto contra a corrupção é a certeza de que, se for apanhada, a pessoa cumprirá a pena. Petistas Petralhas e empreiteiros se comportaram como se estivessem acima da lei e isso não é bom e eu vou denunciar sempre..
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo. )

AH! A INFIDELIDADE ESPIRITUAL DO SER HUMANO !!!

AH! A INFIDELIDADE ESPIRITUAL DO SER HUMANO !!!
 
Eu sararei a sua infidelidade, eu voluntariamente os amarei; porque a minha ira se apartou deles.
A mensagem do profeta Oséias nos fala de duas realidades cósmicas. “Eu curarei a infidelidade deles e os amarei de todo o meu coração, pois a minha ira desviou-se deles”.
A primeira mensagem enfoca a infidelidade espiritual do ser humano. O livro de Gênesis nos diz que o Criador planejou ter criaturas à sua semelhança, com o objet
ivo óbvio de cultivar comunhão com elas. Dotado de capacidade decisória, porém, nem sempre o ser humano honrou seu compromisso com o senhor. Em inumeráveis vezes, decidiu ele mesmo fazer deuses – só que à imagem e semelhança dos humanos. Esta decisão significou o caminho da destruição do ser humano e da natureza física.
De forma incompreensível para nós, entretanto, o Senhor não concretizou a destruição total. A explicação simples do senhor foi: “Eu curarei a infidelidade deles e os amarei de todo Meu coração”. Fica evidente, no contexto, que Oséias não está falando de um plano B. os “filhos” que o criador adotou poderiam ter desobedecido a Deus, mas decidiram aceitá-lo como senhor. Mesmo pecando de vez em quando, cada filho que se lembra do amor de Deus, arrepende-se e aceita correção, é “curado” de sua infidelidade. Certamente haverá na espiritualidade e eu acredito nisso, um novo céu e uma nova terra, porque o princípio que manda no universo é o Deus-amor!
Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade.
As Igrejas , Casas Espiritas e Outros são uma comunidade de fiéis que está experimentando os benefícios da graça de Deus. Por onde o evangelho é anunciado, Deus tem manifestado salvação, tem doado os dons preciosos do Espírito e tem movido o coração dos cristãos a se doarem totalmente ao seu Senhor. As provações que esses cristãos enfrentam são como um combustível espiritual que lhes inspira a uma maior consagração.
Foi exatamente isso que Paulo observou nas igrejas da província da Macedônia. Embora estivessem enfrentando duras provações, eles se mostraram muito generosos com os seus irmãos e irmãs da Judéia. A dificuldade, que poderia inibir o amor, o fortaleceu. Quando uma comunidade está participando das bençãos do evangelho, nada interrompe a sua dedicação e generosidade. Quando a graça está revelada ao coração de um povo, esse povo doa mais que dinheiro, ele doa a própria vida em favor dos propósitos celestiais. Um Deus generoso só pode gerar filhos generosos, esta é a lei da vida neste mundo terrestre!
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu Sou Ray Pinheiro.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

AH! VENHA E VEJA DISSE FILIPE !!!

VENHA E VEJA DISSE FILIPE !!!

Disse-lhe Natanael: Pode vir alguma coisa boa de Nazaré? Disse-lhe Filipe: Vem, e vê. Filipe foi um dos doze apóstolos escolhidos por nosso mestre Jesus, no início de sua jornada de pregações terrestres. Entusiasmado com a pessoa do Mestre Jesus, Filipe compartilhou seus sentimentos com Natanael. Quando soube que que nosso mestre Jesus era de Nazaré, o preconceito de Natanael contra a cidadezinha falou mais alto e ele começou um discurso de rejeição. Filipe se esquivou do debate e, simplesmente, lançou o convite: “Venha e veja”.
Se é que queremos levar pessoas a Cristo, a abordagem de Filipe é um bom exemplo. Alguns tentam “provar” que os ensinos de nosso mestre amado Jesus filho de Maria Santíssima são superiores aos dos outros líderes religiosos – na maioria das vezes, o encontro se reduz a um simples debate de inteligências, ao invés de uma demonstração da amorável divindade do Cristo. Filipe não quis discutir. Ele apelou para a experiência pessoal de Natanael.
 No argumento de Filipe existem dois movimentos. O primeiro momento é um convite simples: “venha”. Para conhecer nosso mestre Jesus é preciso aproximar-se dele. E, neste aproximar-se, retirar do caminho os obstáculos dos nossos queridos preconceitos. Que, quase sempre, têm a ver com religião e, nada, com a pessoa do próprio Jesus. Vem, então, o segundo momento: “vê”. Experimente pessoalmente. Teste com toda a honestidade. Ponha à prova suas promessas sem preconceitos e fanatismos religiosos. O caminho para nosso mestre Jesus não é dogmático. É experiencial.
 E continuo comentando enquanto for prazeroso , também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da Macedônia naqueles tempos difíceis da era do mestre Jesus; O cristianismo é uma fé que impacta positivamente todas as áreas da vida humana. Em todos os lugares onde a graça de Deus se manifesta, a sociedade observa mudanças substanciais. Paulo introduzirá a questão das contribuições, e mostrará que a generosidade daqueles irmãos da província da Macedônia era resultado da obra que a graça estava fazendo.Eu observo que a graça não me tornou uma pessoa perfeita, mas com certeza, ela mudou radicalmente aquilo que eu sou. Quando Deus toca em uma pessoa, chamando-a para salvação, e inicia uma obra que prosseguirá por toda a vida. Por isso, as Igrejas, Casas Espiritas e outros devem manifestar, pelo efeito da graça, a nova criação de Deus, revelando ao mundo a vontade de Deus e os valores do reino espiritual. A graça que fez algo poderoso na história da humanidade está fazendo algo poderoso em você também.
 É assim que penso e escrevo , pensem nisso.
 Soli Deo Glória...
 Dominus Tecum...
 Namastê...
 Eu sou Ray Pinheiro.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

PILULAS PETISTAS PETRALHAS !!!

PILULAS PETISTAS PETRALHAS !!!
 
10 // 02 // 2015.
 
A Operação Lava Jato vai culminar com o indiciamento de Lula Molusco e Dilma Dilmente, pois meio bilhão de reais recebidos pelo PT PETRALHA em decorrência de comissões pagas pelas empreiteiras é muito dinheiro para passar despercebido. E isto ainda sem investigar os empréstimos secretos feitos pelo BNDES, sem o necessário referendo do Congresso Nacional, as empreiteiras hoje sub judice, para obras em Angola, Moçambique, Cuba, Venezuela etc. É bom lembrar que o dinheiro desses empréstimos foi ilegalmente repassado do Tesouro Nacional ao BNDES, em detrimento da execução orçamentária que deveria ter sido sua destinação.
Toda essa orgia e roubalheira com o dinheiro público está sendo bancada pela classe media e pelos pobres, através do criminoso ajuste fiscal que vem sendo promovido pelo Ministro da Fazenda Joaquim Levy. Por que, antes de aumentar impostos e reduzir direitos trabalhistas, o Joaquim Levy não propôs à presidanta o envio de projeto de lei ao Congresso Nacional anulando o reajuste salarial concedido a partir de 1º. de janeiro a altos membros do Poder Executivo, parlamentares e juízes ? E também uma PEC estabelecendo limites às aposentadorias e pensões de parlamentares e ex governadores ?
Economia em recessão, inflação, corrupção, incompetência explicam a vertiginosa queda de popularidade da presidanta, detectada em recente pesquisa de opinião, claro prenúncio do começo do fim de um ciclo político negativo. Brevemente o povo retornará às ruas em protesto, como em junho de 2013.
Eu sou Ray Pinheiro.
( Sem Medo. )

AH! ENQUANTO ESTOU NO MUNDO TERRESTRE , SOU A LUZ DESSE MUNDO , AFIRMOU NOSSO MESTRE JESUS !!!

ENQUANTO ESTOU NO MUNDO TERRESTRE , SOU A LUZ DESSE MUNDO , AFIRMOU NOSSO MESTRE JESUS !!!
 
Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.
Antes de curar um cego de nascença, nosso mestre Jesus responde aos seus discípulos usando um jogo de palavras, contrastando pecado e graça, cegueira e visão, dia e noite, luz e trevas. Ele termina, afirmando: “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo”.
A mensagem do Evangelho é clara: o mundo, sem Deus, vive em trevas. Apesar de as treva...
s significar em tudo aquilo que odeia ao Senhor, a mensagem não deixa dúvidas – a luz de Deus vem combatendo a maldade do mudo terrestre e, após o juízo final, irá governar absolutamente a criação. Ao curar um homem cego, nosso amado mestre Jesus reitera esta mensagem e convida os espiritualmente cegos a aceitar a luz da vida. Foi para isto que ele veio ao mundo: “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo”.
A reencarnação de mestre Jesus é a resposta a uma possível pergunta: quando o homem mestre Jesus foi morto desencarnado, a luz foi eliminada? O próprio Cristo responde: “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. O Cristo reencarnado é a perenidade da luz. É a constância da luz, eliminando eternamente as trevas. O Cristo reencarnado está sempre conosco no mundo. É importante cultivar nossa comunhão com Cristo. Porque a única maneira de garantir, neste mundo de trevas, a luz salvadora e vencedora do Cristo.
E continuo com meu comentário enquanto for prazeroso e não ligando para as criticas dos fariseus preguiçosos e sugadores de conhecimento , por isso fomos consolados pela vossa consolação, e muito mais nos alegramos pela alegria de Tito, porque o seu espírito foi recreado por vós todos.
Uma das características de uma comunidade que está vivendo as bençãos do evangelho é a disposição ao serviço cristão. A experiência que Corinto teve de vivenciar a "tristeza segundo Deus", após a dura repreensão recebida pelo apóstolo, mudou sua atitude completamente. Aquele distanciamento inicial se tornou em uma disposição de servir ao apóstolo e também os seguidores do Senhor.
O Evangelho nos conta que Tito, que compunha a equipe ministerial de Paulo, ficou bastante surpreso ao ver a disposição e zelo dos coríntios. Eles seguiram as instruções da carta severa e também ofereceram refrigério ao jovem cristão. Quando Deus sara as feridas do nosso coração, nosso sentimento é o de demonstrar a gratidão servindo ao nosso próximo com amor. Se você está vivendo dias de egoísmo, individualismo e rancor, busque a ajuda do alto da espiritualidade! Deus quer te sarar! Assim como a sogra de Pedro que, após ser curada pelo Senhor mestre Jesus, passou a servir, o salvador e mestre Jesus te curará e lhe fará um servo de valor em sua presença.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

AH! NOSSO MESTRE JESUS É O CAMINHO , VERDADE E VIDA !!!

NOSSO MESTRE JESUS É O CAMINHO , VERDADE E VIDA !!!
 
A ordem de nosso mestre Jesus é muito clara - “Reino de Deus na espiritualidade está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”. Primeiramente o Reino de Deus na espiritualidade está próximo, mas que Reino é este? Em outra tradução irá dizer-nos que o Reino de Deus na espiritualidade está no meio de nós. Jesus é o Reino de Deus na espiritualidade, é dele que temos que fazer parte como membros de seu corpo e está próximo por que o Senhor veio e realizou sua obra de salvação na qual ele é o Caminho, verdade e vida. Para isso somos convidados a nos converter-nos, isto quer dizer que não basta saber que ele é o Senhor, mas que devemos mudar nosso jeito de ser e nos colocarmos em um processo de mudança que irá durar toda a nossa vida, oxalá em nossa morte desencarne estejamos prontos para entrar definitivamente neste Reino Eterno da Espiritualidade. Não podemos esquecer que somos pecadores e concupiscentes e que na mesma hora que estamos orando, rezando , fazendo preces, participando das orações, dos sacramentos estamos cometendo pecados e negando toda a nossa fé. Quantas vezes cometemos pecados que ficamos abismados com nossa baixeza e perplexo com nossa volúpia, muitas vezes surpreendemos a nós mesmos. Assim não podemos confiar em nós, temos que colocar nossa confiança no Senhor e mestre Jesus e esperar somente dele a força para superarmos nossas próprias fraquezas.
Por isso que devemos viver neste mundo como se nada tivesse valor, ou somente colocar valor nas coisas que nos promove a Salvação. Este mundo passa, a vida é curta, os mais privilegiados vivem pouco mais de cem anos e na maioria quando chegam à velhice ficam tomados de doenças, limitações, moribundos, cerceados de toda a espécie de problemas. Mas a maioria do povo não quer enxergar essa realidade e vivem como se isso não fizesse parte da vida.
E continuando com meu comentário – “o tempo está abreviado”, isto é: Jesus já veio realizou sua obra e agora a qualquer momento ele pode voltar para colocar o fim nesta situação de pecado sobre a face da terra. Acordemos da sonolência anestésica do pecado.
Mas este mesmo Jesus que veio implantar seu reino quer contar com seu povo para que este Reino aconteça, por isso chamou os Apóstolos, os discípulos e hoje chama a cada um de nós a fazer parte deste exército de homens e mulheres como testemunhas deste Reino e que vivem, pregam, anunciam com a própria vida que vale a pena viver neste mundo com os olhos fixos na eternidade, afinal este deve ser nosso objetivo maior.
Como anunciador das verdades de Deus vemos Jonas indo, contra gosto, a Nínive anunciar a destruição caso não se convertesse. Bem Nínive era terra estrangeira não pertencia ao povo de Israel, povo escolhido. Mas, Deus manda o profeta anunciar uma destruição a um povo que não adorava esse Deus. O profeta empurrado por Deus vai até lá, anuncia. O povo converte e Deus tem misericórdia e não causa dano a este povo. O que podemos entender deste episódio? Primeiramente Deus nos manda anunciar o evangelho independente de sua crença religiosa a lugares e pessoas que jamais poderíamos pensar. Muitas vezes temos o propósito de falar das coisas de Deus para quem está na caminhada, isto não tem valor algum, mas Deus irá colocar situações das mais diversas para sermos testemunhas de nosso mestre Jesus, isso terá valor. Outro ponto importante é que Deus não pertence a um povo, mas todos são chamados a conhecer a verdade e Deus quer a conversão de todos nem se for por ameaça Ele quer a conversão e a salvação de todos os seus filhos deste mundo terrestre.
Devemos viver com os pés na terra e o coração na eternidade. Para que nossos passos sejam as marcas do amor eterno de Deus como sinal para que nossos irmãos e irmãs possam seguir o caminho do eternidade.
Soli Deo Glória...
Dominus Tecum...
Namastê...
Eu sou Ray Pinheiro.